sábado, 11 de outubro de 2014

A construção conceitual das opererações



É fundamental o professor mostrar ao seu aluno a ligação do ensino de matemática com os acontecimentos da vida diária, pois a criança precisa achar sentido real e prático do que lhe é apresentado e assim consegue assimilar mais facilmente. Com isso, podemos explicar os significados das quatro operações com exemplos práticos:


Adição e Subtração:

Sob a perspectiva das teorias dos campos conceituais, adicionar e subtrair são ações vinculadas ao campo aditivo. 

  • A adição é usada quando precisamos:
·          Juntar duas ou mais quantidades;
·          Acrescentar uma quantidade a outra quantidade;

  • A subtração é usada quando precisamos:
·          Tirar uma quantidade de outra quantidade;
·          Determinar a diferença entre duas quantidades;
·          Comparar duas quantidades: quanto falta? quanto a mais?


Existem propriedades da adição que a subtração não tem. A comutabilidade e a associabilidade que não será preciso explicar esses nomes, mas os alunos precisam saber do que se trata.

A comutabilidade é que em uma soma, pode-se alterar os termos e isso não vai influenciar o resultado
EX: (a+b= b+a).
A associabilidade é a qualidade da adição  que permite que em somas associadas de mais de um termo o resultado também não seja alterado.
EX: a+(b+c) = c+(b+a).
essas duas características não se repetem nas subtrações. 





Multiplicação e divisão


Problemas envolvendo ambas as situações devem ser explorados em um trabalho diário em todas as etapas da vida escolar dos alunos.
Outro ponto que merece ênfase é a separação que existe entre a multiplicação e a divisão, porque vê-los como etapas diferentes se a ligação entre eles é tão estreita? A ideia defendida por especialistas é evidenciar as relações existentes entre as operações.

  • A multiplicação é usada:
·         Quando queremos adicionar muitas vezes a mesma quantidade;
·         Em uma situação combinatória;
·         Na ideia de organização retangular;
·         Quando trabalhamos a ideia d proporcionalidade.

  • A divisão é usada quando:
·         Precisamos repartir uma quantidade em partes iguais;
·         Precisamos saber quantas vezes uma quantidade cabe na outra.





A importância de utilizar situações do cotidiano e jogos na construção do conhecimento

Para que o aprendizado ocorra de forma real e eficaz é importante que a criança viva o que está sendo abordado na escola. Por isso, quando elaboramos as situações do cotidiano que se utiliza a matemática, pensamos em situações já conhecidas pelas crianças, para que as atividades fossem desenvolvidas de forma natural.
Milena não teve problemas em compreender os enunciados. Não necessitou de intervenções, exercitou sua capacidade mental de forma tranquila, refletiu sobre as situações propostas, utilizou o tempo necessário para tomar suas decisões e buscar as soluções que julgou necessárias frente às situações propostas.
É bastante evidente a importância da ludicidade na apresentação e no desenvolvimento dos conceitos de matemática para as crianças das mais diferentes idades.
Os jogos são recursos riquíssimos para que o professor tenha a proximidade do aluno e conquiste seus objetivos. Há inúmeras formas de apresentação dos jogos e brincadeiras de faz de conta, muitos são capazes de estimular, divertir e disciplinar ao mesmo tempo.


Fontes: http://omundomagicodaaprendizagem.blogspot.com.br
http://geanechagasblogspot.blogspot.com.br
http://vinnyekaeducadores.blogspot.com.br
http://matematicakids5ma.blogspot.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário